Como funciona

1º – A população sugere até 20/5/2014 as prioridades de obras ou serviços, sendo que as três prioridades mais indicadas serão encaminhadas aos Conselhos Regionais.

2º – Os Conselhos Regionais discutem em reunião pública as prioridades.

3º – O resultado da discussão é encaminhado aos órgãos da Prefeitura Municipal de Campo Grande para análise técnica, em seguida passa pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento e Urbanização (CMDU) e é enviado à Câmara Municipal para aprovação.


Conheça o programa

O Plano Diretor de Campo Grande dividiu a cidade em sete Regiões Urbanas, cada uma com um conselho.

As prioridades de obras e serviços a serem incluídas no orçamento municipal têm sido discutidas nos Conselhos Regionais desde 1998. Essa prática foi posteriormente referendada pela Lei Federal n.10.257, conhecida como Estatuto da Cidade.

Saiba mais

As três sugestões mais indicadas para cada Região Urbana serão divulgadas neste site.

Saiba mais sobre os Conselhos Regionais na página do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Planurb).