Em 3 dias de Arraial, mais de 800 procedimentos foram realizados por equipe da Sesau

IMG_20170610_211549

Campo Grande, 14/06/2017 às 10:33

A equipe de prevenção e combate a IST/AIDS (infecções sexualmente transmissíveis) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande realizou 804 procedimentos no 15º Arraial de Santo Antônio, entre os dias 10 e 13 de junho. Participaram da ação, 16 profissionais e contaram com equipes do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e do Centro de Doenças Infecto-parasitárias (Cedip).

Uma barraca foi montada para receber as pessoas interessadas em realizar os testes rápidos de HIV, sífilis, hepatites B e C e receber as orientações de prevenções das doenças. Além destas ações, foi contabilizado, também, a distribuição de 200 panfletos de material educativo e 1300 preservativos masculinos.

Das 201 pessoas atendidas nos quatro dias de evento, 14 testes acusaram positivo reagente para sífilis. Nestes casos, os portadores foram orientados para procurarem a unidade básica de saúde mais próxima da residência para receber o tratamento e o acompanhamento.

Segundo a coordenadora da IST/AIDS, Denise Leite Lima, os objetivos foram alcançados. “Nossa equipe ficou muito feliz com o resultado desta ação, pois é muito relevante o tipo de ambiente em que estávamos trabalhando e podendo oferecer o aconselhamento para as pessoas interessadas”, disse ela.

Os procedimentos são agora digitados no sistema Hygia para controle da Sesau e aqueles que puderem ser faturados, passam a integrar os dados do Ministério da Saúde para disponibilizar recursos para a manutenção de ações de prevenção das ISTs.

Sífilis
É uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada, ou da mãe infectada para a criança durante a gestação ou o parto. O uso correto e regular do preservativo masculino ou feminino é uma medida importante de prevenção da sífilis. O acompanhamento da gestante durante o pré-natal contribui para o controle da sífilis congênita. O tratamento de escolha é a penicilina benzatina, mas recomenda-se procurar um profissional de saúde para diagnóstico correto e tratamento adequado, dependendo de cada estágio.

Rede Municipal de Sites e Serviços On-line de Campo Grande MS

http://www.capital.ms.gov.br/